Histórias de Arrepiar - Regina Drummond - Viaje na Leitura

17/09/2010

Histórias de Arrepiar - Regina Drummond

Olá Galera!

Hoje vou falar um pouquinho (pouquinho? #mentira , me empolguei escrevendo- rsrs) pra vocês sobre um livro que foi cortesia da nossa mais nova parceira, a Giz Editorial.
O livro que trago até vocês hoje é "Histórias de Arrepiar". Vamos lá!



Livro: Histórias de Arrepiar
Autor: Regina Drummond
Editora: Giz Editorial
Categoria: Contos
ISBN: 9788578550653
Páginas: 128
Lançado:
2009





A Principio quero dizer que achei o livro super interessante, gostei muito da capa e dos detalhes do livro.
Como esse livro é composto de contos, no inicio de cada um dos contos tem desenhos de vela, teias de aranha e no final, também de cada conto, tem uma lápide, que eu só fui entender o significado quando terminei de ler o terceiro conto, mas não vou contar o significado para não estragar a surpresa dos futuros leitores. Meu conselho: LEIA! (só assim você saberá - rs)


Vamos falar um pouco sobre a história do livro (ou melhor, histórias).
A principio a autora Regina Drummond dividiu seu livro em duas partes:
  • Histórias que eu vi
  • Histórias que me contaram
Cada uma dessas partes contém cinco contos, ou seja, o livro é composto de 10 contos "horripilantes".
Agora, vou ser sincera: Eu adorei esse livro, é um dos melhores livros de contos que li até hoje. Ouso dizer que Regina Drummond é uma excelente contadora de histórias, seus contos me "fisgaram"da primeira a última página do livro. Tem um conto melhor que o outro, é aquele tipo de livro que você começa a ler e é levado a acreditar em um determinado desenrolar da trama, mas de repente o final é TUDO, menos o que você esperava.
Nesse livro você vai encontrar os seguintes contos:
  • O Pássaro
  • Histórias de Mulheres
  • Vida alternativa
  • Um gato pardo como outro qualquer
  • A boneca de porcelana
  • As bruxas da floresta
  • A cafeteira
  • Sredni Vashtar
  • Vera
  • Homens de Mármores
De um modo geral gostei de todos os contos, mas confesso que "A Cafeteira" e "Homens de Mármore" me deixaram fascinada com o enredo. tem um conto que, pra ser sincera, gostei um pouquinho menos dele que foi "Um gato pardo como outro qualquer".
Calma! Eu explico porque esse eu gostei menos. Sou apaixonada por gatos e o desfecho desse conto me deixou triste, sabe porque?
Bom... vocês terão que ler pra descobrir.
Puxa... acho que escrevi demais, mas em síntese, para quem gosta de suspense e desfechos inusitados eu recomendo "Histórias de Arrepiar". Você não vai se arrepender, no máximo você vai se "arrepiar" - kkk.



SORTEIO: Bom galera pra quem acompanha o blog viu que quando chegou esse livro eu prometi que faria algo bem legal quando eu soltasse a resenha. Então, vamos lá.

Acho que vocês já perceberam que adoro dar marcadores e pra variar vou dar marcadores hoje de novo. A cada 8 comentários neste post eu vou sortear um marcador do livro "Histórias de Arrepiar". Então corram comentar.
E como hoje eu estou de muito bom humor, vou dar uma nova chance de vocês ganharem marcadores. Vocês tem que responder uma das duas perguntas ou as duas se vocês quiserem, tanto faz.
  • Por que cada conto termina com uma lápide desenhada?
ou

  • Por que eu não gostei do final do conto "Um gato pardo como outro qualquer"?
Pra quem conseguir acertar eu vou dar o marcador do "Histórias de Arrepiar" e mais alguns marcadores de livros publicados pela Giz Editorial. Para cada pergunta terá um vencedor e se, por acaso, ninguém acertar, vou escolher a resposta mais original de cada pergunta. Então, solte a criatividade.


24 comentários

  1. Nem preciso dizer que adorei né, contos e coisas misticas é comigo mesmo! Vamos lá tentar resolver as perguntas:::


    * Por que eu não gostei do final do conto "Um gato pardo como outro qualquer"?

    Pelo que li de outras resenhas é provavelmente um romance de um homem e uma gata... Não sei o "andamento" da historia. Mas você (Pri) provavelmente não deve ter "curtido" esse lançe de homem + animal, etc.

    ResponderExcluir
  2. * Por que cada conto termina com uma lápide desenhada?

    Provavelmente porque no termino dos contos os personagens sempre estão ou são mortos, ou morrem.


    ///sem criatividade hj...

    ResponderExcluir
  3. Rapaz, gosto muito de contos. Me interessei nesse livro, vou procurar aqui na cidade :*

    Thaísa Farias.

    ResponderExcluir
  4. Por que eu não gostei do final do conto "Um gato pardo como outro qualquer"?

    Pq os gatos são únicos. Amo gatinhos *_*

    ResponderExcluir
  5. Eu adoro contos, principalmente desse gênero. Gostei bastante do livro e da resenha.

    "Por que eu não gostei do final do conto "Um gato pardo como outro qualquer"?

    porque o gatinho morre no final.

    beijos (:

    ResponderExcluir
  6. Adorei, mas poxa vc me deixou super curiosa pra saber como essas histórias terminam.

    Por que cada conto termina com uma lápide desenhada?
    Porque em cada conto tem alguém morto.

    ResponderExcluir
  7. Oi flor!

    Tem sorteio lá no blog!!


    www.blogspot.com/fazdiconta


    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Adoro livros de contos de histórias de terror e fantásticas, Poe me fez gostar disso. E tua resenha me deixou com muita vontade de ler esse livro da Regina! Vai para a minha lista com certeza!

    Vou arriscar nas perguntas também, huahuahua:

    - Por que eu não gostei do final do conto "Um gato pardo como outro qualquer"?

    Porque o gato(a) é abandonado(a) a própria sorte no final? E eu espero sinceramente que a lápide não se aplique a este caso.

    - Por que cada conto termina com uma lápide desenhada?

    Porque são histórias do além, aonde uma alma penada deve ter papel fundamental. Ou, porque toda lápide representa o fim de uma jornada (conhecida, a terrena) e o início de outra aventura (desconhecida, além da nossa compreensão), logo a lápide representa essa dualidade entre o fim de um conto, mas também da eternidade do mesmo, afinal, histórias horripilantes nem sempre têm um FIM!

    Adorei divagar nessas perguntas!
    =0**

    ResponderExcluir
  9. Por que cada conto termina com uma lápide desenhada?
    porque é o fim para algum personagem da historia

    Por que eu não gostei do final do conto "Um gato pardo como outro qualquer"?
    porque é um mulher e um gato que se envolvem,e o gato ou a mulher morre, kk, ou talvez voc nao goste desse lance gato e humano


    AAA marcadooores *-*
    kkk, #Sorte bjo =*

    ResponderExcluir
  10. Me pareceu ser um otimo livro
    E eu vi o video q fez falando sobre ele
    Gostei das imagens
    Um bjo flor

    ResponderExcluir
  11. Parece ser um livro bem legal. Eu adoro livros de contos.

    ResponderExcluir
  12. Esse livro parece bem legal mesmo :) Eu ganhei a camisa do livro (aqui no blog) e agora estou super curiosa para lê-lo... e depois da sua resenha fiquei ainda mais curiosa, porque os contos parecem mesmo muito bons ^^

    PS: eu não vou participar da promoção de marcadores do livro porque eu já tenho o marcador e ganhei a camisa também... apesar de querer mtu (porque tem outros marcadores, né?!) eu acho que é injusto ^^ Então boa sorte para os outros seguidores ^^

    ResponderExcluir
  13. Não costumo ler livros de contos, mas esse me deu vontade!! Parece bem legal pelo que você escreveu, apesar de eu já ter imaginado o final do gato e não ter gostado >.< heheh
    Beijoss

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Por que cada conto termina com uma lápide desenhada?

    Porque sempre termina com um final trágico.

    ResponderExcluir
  16. Oi amiga, tudo bom?
    Então antes de mais nada vamos falar de Regina Drumond. Eu lí a obra: Destino : Trânsilvania de Regina Drumond no 3º ano do Ensino Médio e quanto eu terminei de ler, eu fiquei completamente apaixonada pelo tipo de história que ela escreve e como ela escreve. Não sei se você sabe, mas Regina Drumond é parente de Carlos Drumond de Andrade...acho que realmente o estilo de escrita está no sangue.
    Me comunico desde o 3 º ano do ensino médio com a Regina e eu realmente adoro ela amiga de verdade. Não sei se você já leu Destino : Transilvânia mais por favor leia.
    amiga, amei a resenha e quero muito esse livro.
    te adoro de montão.

    ResponderExcluir
  17. Oie! Seu blog acabou de receber o selo "Blog de Ouro"
    Entre em http://asenvenenadaspelamaca.blogspot.com/2010/09/blog-de-ouro-ai-vamos-nos.html e veja as regras!!!
    Parabéns!!
    Bites!

    ResponderExcluir
  18. Ai... Não gosto de histórias horripilantes, sou medrosa. rsrs

    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Nossa, agora fiquei com muita vontade de ler esse livro, faz tempo que não leio um livro só de contos e adoro histórias do tipo de terror apesar de sentir medo rs. Bjsss

    ResponderExcluir
  20. Fiquei com muita vontade de ler esse livro! Estou lendo um do Poe e tem um conto relacionado a gatos também, só que pretos!

    ResponderExcluir
  21. Hum... quanto mistério...
    Fiquei curiosa demais!

    Vamos lá ariscar um palpite!
    Por que cada conto termina com uma lápide desenhada?

    Porque as histórias sempre (ou quase) são contadas por fantasmas!

    ResponderExcluir
  22. Por que termina com uma lapide? Moleza! Porque a lapide significa o fim, logo, o "aqui jaz um conto" cai bem a calhar! Hehehe


    Pela resenha esse livro deve ser otimo! Vou querer ler, um dia. Abraços!

    ResponderExcluir
  23. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  24. Por que eu não gostei do final do conto "Um gato pardo como outro qualquer"?

    Porque o gato fica careca?

    ResponderExcluir

Nós da equipe do Viaje na Leitura, agradecemos seu comentário. Sua opinião é de extrema importância para nós. Volte Sempre!

Em breve retribuiremos sua visita!