Entrevista com L.H. Carvalho autor do livro "Irmandade da Cruz" - Viaje na Leitura

10/12/2010

Entrevista com L.H. Carvalho autor do livro "Irmandade da Cruz"

Olá leitores!
Lembram-se de quando resenhei o livro "Irmandade da Cruz" aqui no blog? Pois hoje eu trago uma entrevista com o autor exclusiva para vocês!

Entrevista com L. H. Carvalho

Thaís – Olá, Luiz Henrique, saiba que é um prazer tê-lo conosco aqui no blog! O livro “Irmandade da Cruz” é sua primeira publicação?
 L.H. –Primeiramente, quero agradecer a oportunidade que você está me proporcionando de poder dar esta entrevista. São pouquíssimos os espaços que os autores nacionais possuem, por essa razão, me sinto honrado.  Quanto à sua pergunta, a resposta é sim, este é o meu primeiro livro. Nunca havia pensado em escrever um, quando surgiu a oportunidade, me senti privilegiado.



Thaís - De onde surgiu a ideia de escrever sobre um tema tão pouco explorado na literatura nacional?
L.H. - Eu sempre li muito. Adoro história, artes e culturas em geral. Além disso, a espiritualidade sempre fez parte da minha vida. Nessas “viagens”, descobri que existe um mundo o qual nós não conhecemos muito bem. Muitas coisas são ditas, porém a maior parte continua encoberta. Há muitas verdades ainda não reveladas no mundo.

Thaís- O livro demorou a ficar pronto? Quanto tempo mais ou menos?
L.H. - Escrevi em 30 dias, porém demorou seis anos para “aparar as arestas” e publicá-lo.

Thaís- Como é escrever sobre um tema tão complexo?
L.H. – Fascinante. Por se tratar de um tema complexo, tentei, ao máximo, respeitar a todos os movimentos religiosos, pois, para mim, religiosidade e espiritualidade são coisas distintas. Conheço vários religiosos ateus e muitos ateus espiritualizados. Não defendi nenhum movimento nem tão pouco ataquei outro. Eu costumo dizer aos meus amigos que a verdade é como um disco de vinil, que Deus quebrou e entregou um pedaço a cada denominação religiosa. Ao fazer isso, Ele deu a todos um pedaço da verdade, porém o “disco só tocará” quando todos juntarem seus fragmentos.

Thaís- Quantos anos você tem? Qual a sua profissão?
L.H. – Tenho 45 anos, e sou Consultor de Empresas.

Thaís- O que você tem achado da repercussão do livro?
L.H.-  Como costuma-se dizer, o livro é um filho, e, como tal, sempre esperamos o melhor dele. Porém, confesso que a repercussão foi muito além do que imaginei. Só tenho a agradecer.

Thaís - Projetos futuros?
L.H. – Talvez eu escreva uma continuação. Tenho muitas informações, mas ainda preciso amadurecer a ideia, se devo ou não colocá-las no papel.

Uma viagem rápida ao universo do autor:
Um livro: Caibalion.
Um autor: São vários, seria injustiça minha dizer apenas um.
Um gênero: Não tenho um gênero específico.
Um sonho: Possível – Minha peregrinação para Santiago de Compostela.  Utópico – Ver um mundo sem violência.
Uma pessoa: Minha filha.
Uma data: 09/06.
Uma viagem: Maceió.
Uma mensagem ao mundo:
“Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver.”
(Dalai Lama)

Thaís- Gostaria de deixar uma mensagem aos leitores do blog?
L.H - Quero agradecer a todos os leitores por terem feito do livro um sucesso.  Agradecer as críticas recebidas. Estou à disposição de todos pelo e-mail luiz.autor@gmail.com. Me escrevam para dizer o que acharam, pois para mim  é importante saber a opinião de todos. E, mais uma vez, obrigado pelo espaço que esse blog me proporcionou.

12 comentários

  1. Parabéns ao blog pela oportunidade da entrevista e para o escritor que está fazendo bastante sucesso. Esse livro parece ser bom. Lendo o post, conseguir entende ro que o leitor quis passar no livro. Mais uma vez, parabéns.
    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela entrevista e pelo espaços que vocês dão aos novos autores, sem ele, nós dificilmente os conheceríamos. Gostei muito da humildade do autor. Tive o privilégio de ler o livro e realmente é um dos melhores que lí nos últimos tempos.

    ResponderExcluir
  3. Tem um selo pra você no meu blog!
    http://lizzyjenks.blogspot.com/2010/12/selinho-n-3.html
    Beijos =*

    ResponderExcluir
  4. Nossa amei a entrevista, o LH se expressa super bem e a entrevista fluiu de uma forma muito legal. Parabéns Luís Henrique! Parabéns meninas!!

    ResponderExcluir
  5. Oi! Gostei muito da entrevista do LH!
    Ainda não tive a oportunidade de ler o livro dele, mas desejo sorte no trabalho dele e que venham outros livros.
    Deu pra ver que é uma pessoa comprometida com o trabalho, que levou 6 anos para deixar a história perfeita, isso é legal.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito da entrevista!
    E concordo em várias coisas com ele =)
    Parabéns pela entrevista Thaís
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Muito boa a entrevista, adora essas rapidinhas com os autores, gostei também do que ele respondeu em uma mensagem ao mundo, linda citação!

    Parabéns pela entrevista!
    BjO

    ResponderExcluir
  8. Adoro entrevistas com autores nacionais é muito bom para conhecê-los melhor, já que aqui no Brasil a literatura é tão pouco divulgada. A citação dele do Dalai Lama é linda, já até salvei ela aqui. Ahhh estou indo lá na resenha do livro, pois ainda na li. Bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    sou jornalista de uma agência inglesa The Listening.
    E gostaria de publicar esta entrevista em nossa página.

    Aguardo o seu contato
    luana@thelisteningagency.com

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    sou jornalista de uma agência inglesa The Listening.
    E gostaria de publicar esta entrevista em nossa página.

    Aguardo o seu contato
    luana@thelisteningagency.com

    ResponderExcluir

Nós da equipe do Viaje na Leitura, agradecemos seu comentário. Sua opinião é de extrema importância para nós. Volte Sempre!

Em breve retribuiremos sua visita!