Garotas de Xangai - Lisa See - Viaje na Leitura

20/01/2011

Garotas de Xangai - Lisa See

Livro: Garotas de Xangai
Autor: Lisa See
Editora: Rocco
Categoria: Literatura Internacional
ISBN: 9788532525628
Páginas: 336
Lançado: 2010





"(...) Traições, amores e descobertas dão o tom de Garotas de Xangai, um dos mais aclamados romances da norte-americana, descendente de chineses, Lisa See."

Hoje quero contar um pouco para você leitor do blog, sobre um livro maravilhoso, um livro que é um clássico de riqueza histórica, trama muito bem desenvolvida, com um enredo que lhe toma toda a atenção, e lhe faz suspirar de ansiedade/curiosidade/medo/emoção todos sentimentos que só um livro ótimo lhe pode proporcionar. Vou falar hoje de "Garotas de Xangai" onde conheceremos através da visão de uma das personagens toda a trajetória destas duas irmãs guerreiras, e sobreviventes.

   Estamos na cidade de Xangai no ano de 1937, considerada a Paris da Àsia, cidade que inspira artistas, onde alguns ostentam beleza, riquezas o outro lado da cidade está fadado ao fracasso à pobreza.
Em Xangai vivem duas irmãs que ostentam beleza incomum, enquanto Pérola tem 21 anos, faces rosadas e inteligência , May sua irmã mais nova tem 18 anos, é uma linda donzela, esperta e determinada. Ambas posam para Z.G um artista da cidade que as pinta em calendários, são conhecidas como : lindas garotas.
 Mas descobrem logo em seguida, que seu pai não possui mais fortuna, nem a fortuna delas, ele perdeu tudo em jogos. A saída para manter a casa e elas não se tornarem mulheres de três buracos(prostitutas) são vendidas para o velho Louie, que as comprou para seus filhos, Sam e Vern, este último tem apenas 14 anos e será o menino-marido de May que tem 18 anos.
Elas estão revoltadas, deprimidas e não querem ir embora para Los Angeles com seus maridos que se dizem americanizados mas são na verdade filhos de papel. O certo é que elas irão para o outro país, mas depois de passarem por maus bocados, primeiro seu pai as abandonam. Sua mãe lhes propõe a fuga, mas ela tem pés contidos que May e Pérola não teem, elas andam normalmente, mas sua mãe tem, pois na época eram obrigatório que as meninas já pequenas tivessem os pés enfaixados apertadamente, para que se atrofiassem como uma pequena flor de lótus, considerado símbolo sexual para o desejo de seus maridos. Elas têm pena de sua mãe, que tem os pés putrefatos pelos sapatos tão pequeninos.
Estes são detalhes interessantes que ao longo da primeira parte do livro conhecemos, costumes chineses, crenças, e outras curiosidades que tornam o livro ainda mais enriquecido!
Pérola e May agora estão sozinhas, em um país que as ignoram, e agora mais do que nunca as duas irmãs estão unidas, por um laço de amizade e amor fraterno extremo, porque há vida no ventre de May, e não é de Vern. Invejas, mágoas, traições habitam no coração dessas meninas irmãs que desejam só uma coisa: que a guerra termine, que Xangai volte a ser como era antes, e um dia elas terão dinheiro suficiente para abandonar seus maridos e voltar para a China.
Nossas lindas garotas passarão por muita coisa juntas, e fatos emocionantes, perdas irreparáveis, crueldade humana, farão com que o livro te emocione, te leve às lágrimas, e te toque profundamente. Recomendadíssimo!

Nota: Quando terminei a leitura, fiquei exasperada, o livro termina em um ponto culminante da história, em um marco muito importante, sendo assim eu pensei, terá terminado ou a autora irá escrever uma continuação?
Segundo a editora Rocco, 'Garotas de Xangai' terá continuação ebaaaa
Outra dúvida que eu tinha era se o livro foi baseado em fatos reais, também segundo a editora, a autora inspirou-se em "fotos" reais, ou seja, a autora sempre colecionou catálogos com anúncios chineses antigos, e inspirado nestas "fotos" dessas duas irmãs e um pouco na história de sua família que são imigrantes chineses na América, ela desenvolveu "Garotas de Xangai" que é um livro que me conquistou pela ousadia e enredo chocante.

Capa Original

20 comentários

  1. Ganhei esse livro em uma promo de um Blog essa semana,então nem chegou ainda.. mas ele não tinha me chamado a atenção depois dessa resenha acho que ele parece ser bem legal,espero que eu goste!!

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante vc contando a historia, pois, tanto pela capa como pelo nome do livro, eu jamais compraria.

    Agora gostaria de ler, depois da resenha,bjos

    ResponderExcluir
  3. Thaisss eu quero muitoooo ler este livro! Adorei mesmo. Eu me lembrei de Memórias de uma Gueixa. DEVE ser marcante como MDG, esse livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Dá uma passadinha lá no Giro Letra (www.giroletra.com.br). Nós indicamos o seu blog para receber selinhos!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Fiquei com vontade de ler este livro. Gosto de livros que apresentam uma cultura diferente. Adorei.

    ResponderExcluir
  6. Gostei bastante, muito interessante!!!

    http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Olá, querida.
    Tem selinho para ti no meu blog ^^

    http://bellosromances.blogspot.com/2011/01/selinhos-meme-todo-dia-e-dia-do-leitor.html

    Beijooos.

    ResponderExcluir
  8. Amei a resenha, acho que será uma daquelas histórias que nos prendem até o último minuto, quero muito ler!!

    ResponderExcluir
  9. Realmente, Thaís, essa história parece ser linda e acho que tem tudo a ver comigo *-* Eu achei a capa brasileira muito feia, essa outra capa aí é bem mais bonita >.<
    Fiquei super curiosa sobre o livro e já adicionei na minha lista =)

    ResponderExcluir
  10. Eu acho que eu choraria muito lendo esse livro. E eu ahco que eu me sentiria dentro da história, vivendo as emoções dessas duas irmãs. Fiquei com vontade de ler. :)
    Parabéns pela resenha, Thaís.

    Ana Carolina
    booksinmy-life.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Nossa parece ser uma história bem bacana envolvente e com uma narrativa repleta de curiosidades da cultura japonesa :)

    Otima recomendação!

    Mil Bjs

    ResponderExcluir
  12. OLA
    pela resenha parece ser muito bom. é bem na linha q gosto de ler. e se tem um contexto historico melhor ainda.
    parabens pela resenha e pelo blog.
    adoro

    bjos

    ResponderExcluir
  13. ola
    otima resenha. esse livro deve ser muito bom. me atrai muito os livros que tenham um fundo historico. a historia fica mais proxima do "real"....
    bjos

    ResponderExcluir
  14. Adorei a resenha, fiquei encantada pela estória, gosto de livros com esses enredos, que mostram a cultura de algum país em meio á estória que acontece. A capa é fascinante e achei bem melhor que a original. Bjs

    ResponderExcluir
  15. Que resenha, embora não faz o meu gênero literário, me interessei bastante por essa leitura. Esse livro é da Rocco, não sabia. Me pergunto como um livro desse tipo pode ter continuação.

    ResponderExcluir
  16. Que legal sua resenha, me encantei com a estória, fiquei intrigada e quero ler \o/.

    ResponderExcluir
  17. Amei a resenha já ouvi fala muito sobre esse livro mais nunca tinha lido uma resenha sobre ele. Achei ele bem interessante =)

    ResponderExcluir
  18. Amei a resenha sobre esse livro ainda não tinha lido nenhuma dele mesmo tento ouvido falarem muito ..Achei ele bem interessante =)

    ResponderExcluir
  19. Acabei de ler este livro, que achei fantástico. E, assim como vocÊ, fiquei surpresa por ele terminar em um momento tão importante... espero que haja uma continuação!

    ResponderExcluir

Nós da equipe do Viaje na Leitura, agradecemos seu comentário. Sua opinião é de extrema importância para nós. Volte Sempre!

Em breve retribuiremos sua visita!