[Resenha] Filha da Ilusão - Série Herdeiros da Magia - Livro 01 - Teri Brown - Viaje na Leitura

25/10/2014

[Resenha] Filha da Ilusão - Série Herdeiros da Magia - Livro 01 - Teri Brown





Sinopse - "Ilusionista talentosa, Anna é assistente de sua mãe, a famosa médium Marguerite Van Housen, em seus shows e sessões espíritas, transitando livremente pelo mundo clandestino dos mágicos e mentalistas da Nova York dos anos 1920. Como filha ilegítima de Harry Houdini - ou pelo menos, é o que Marguerite alega - os passes de mágica não representam um grande desafio para a garota de 16 anos: o truque mais difícil é esconder seus verdadeiros dons da mãe oportunista. Afinal, enquanto os poderes de Marguerite não passam de uma fraude, Anna consegue realmente se comunicar com os mortos, captar os sentimentos das pessoas e prever o futuro. Porém, à medida que os poderes de Anna vão se intensificando, ela começa a experimentar visões apavorantes que a levam a explorar as habilidades por tanto tempo escondidas. E, quando um jovem enigmático chamado Cole se muda para o apartamento do andar de baixo, apresentando Anna a uma sociedade secreta que estuda pessoas com dons semelhantes aos seus, ela começa a se perguntar se há coisas mais importantes na vida do que guardar segredos. Mas em quem ela pode, de fato, confiar? Teri Brown cria, neste fantástico romance histórico, um mundo onde pulsam a magia, a paixão e as tentações da Nova York de Era do Jazz - e as aventuras de uma jovem prestes a se tornar senhora do seu destino."


Minha opinião - "Filha da Ilusão" é o primeiro livro da série Herdeiros da Magia publicado no Brasil pela editora Valentina.
A história é narrada em primeira pessoa pela protagonista Anna, uma jovem de 16 anos de idade que tem uma vida peculiar. Sua mãe é uma famosa médium (do tipo charlatã), que vive de fazer apresentações e sessões espíritas privadas (que não são permitidas por lei).
Madame Marguerite é uma mulher egocêntrica, preocupada apenas consigo mesma. Anna trabalha como sua assistente nos palcos e como uma empregada em casa. Sua mãe não lhe dá o devido valor e na maior parte do livro é grosseira com a protagonista, principalmente quando Anna recebe algum elogio que ressalta sua beleza ou talento natural.
Diferente de sua mãe, Anna possui dons verdadeiros: ela tem alguns flashs do futuro, consegue falar com espíritos e ao tocar em alguém, pode ler suas emoções. É claro que ela mantêm tudo em segredo até mesmo de sua única familiar.
As duas se mudam para NY e Marguerite tenta ganhar fama com o auxílio de seu empresário francês Monsieus Jacques Mauvais.
Enquanto Anna continua suas rotinas diárias, ela conhece seu vizinho, o Sr. Darby, um senhor muito engraçado que é um inventor e o seu sobrinho, Colin. 
Em termos de romance, surge um início de triângulo amoroso entre Anna, Colin e o sobrinho de Jacques, Owen.
Mas o foco principal não está no romance, e sim, nos shows e sessões de Marguerite, na paternidade de Anna (sua mãe jura que ela é filha do famoso Houdini!) e da Sociedade de Pesquisas Paranormais.
Anna vai descobrir que não está sozinha quando o assunto é possuir dons, mas ela também vai observar que nem todos que se mostram tão solícitos em ajudá-la a entender suas habilidades, possuem intenções tão boas.
O livro é uma ótima pedida para os fãs do gênero. O enredo é muito bem construído, os personagens são carismáticos e com personalidades marcantes e os acontecimentos se destacam. Além disso, temos a ilustre aparição do próprio Houdini no livro! 
O trabalho editorial é fantástico. A capa é linda e chama a atenção, existem detalhes no cabeçalho e no início dos capítulos e a revisão foi minuciosa.


"De repente, as comportas se abrem dentro dele e um mar de afeto me inunda. Assustada, inclino a cabeça para trás e vejo seus olhos escuros ardendo com algo que nunca vi ou senti antes." (p. 237)




Edição: 1
Editora: Valentina
ISBN: 9788565859295
Ano: 2014
Páginas: 288
Tradutor: Heloísa Leal
Skoob: Clique aqui
Avaliação: 5/5

17 comentários

  1. A capa é linda mesmo!
    A premissa da história não me agrada tanto, provavelmente pelo gênero não ser um dos meus favoritos.
    Mas o que gostei bastante foi do enfoque da história, não no romance, mas no contexto. Aliás, é um contexto bem diferente da minha realidade e do que vejo na maioria dos livro, e isso é ponto positivo.
    Quem sabe um dia me anime, parece uma boa obra.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana Paula, tudo bem?
      A primeira coisa que despertou meu interesse foi a capa rs.
      Bjkas

      Excluir
  2. Não é o gênero que eu goste ou leia com frequência. E gosto bastante de romance - eu sou aquela que espera que o amor sempre vença - e dizer que o foco não é no romance me desmotivou. Outra coisa que me incomoda são triângulos amorosos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jois.
      Que pena que o livro não despertou o seu interesse =\
      Quem sabe a resenha do próximo livro seja mais do seu gosto literário.
      bjkas

      Excluir
  3. Quando eu vi de inicio achei que a estória fosse totalmente diferente, mais ao longo da resenha percebi que o gênero dele não é um dos meus preferidos. Infelizmente, apesar da classificação e tudo eu não leria por não gostar do gênero, apenas por isso.

    ResponderExcluir
  4. Não me interessei nesse livro por causa do tema: ilusionismo. Não curto muito. E agora que soube que tem um triângulo amoroso minha vontade de ler diminuiu mais ainda.
    Ótima resenha! Bjs, Carol <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dilza, tudo bem?
      Que pena que o livro não te interessou.
      Bjkas

      Excluir
  5. Uma leitura diferente do que estou acostumada certamente, mas fiquei intrigada com a historia. O que me chamou atenção no começo foi a capa, que eh linda! A ed. Valentina sempre caprichosa ne?!
    Sua resenha me animou :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa também foi o primeiro ponto que despertou o meu interesse rs.
      E com certeza é um tema diferente.
      Bjkas

      Excluir
  6. Eu acredito que nunca li livros sobre magica ilusoria antes..o tema é bem legal e diferente.
    Eu não sou fã dos triangulos, mas acho que este nem é o ponto principal, ainda bem rs.
    Sera que a continuação vai sair logo, eu não gosto de esperar quando gosto do livro,
    beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Neny, tudo bem?
      Foi o primeiro livro do tema que eu li. Achei interessante também.
      Estou ansiosa pela continuação, tenho sérios problemas com as séries por esse exato motivo rs
      Bjkas

      Excluir
  7. O tema não me agrada, fala de assuntos que eu realmente não leria e não gosto.
    Mas para que gosta, acho que é uma boa dica, principalmente se analisarmos a qualidade das obras da editora né, então =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karolyne, tudo bem?
      Que pena que o livro não despertou o seu interesse.
      Bkjas

      Excluir
  8. Adorei a premissa, achei bem diferente e parece ser interessante. A leitura, eu sinto que é proveitosa. Tive boas impressões depois dessa resenha. A capa é belíssima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Georgia!
      Concordo com tudo o que você disse rs.
      Bjkas

      Excluir
  9. Simplesmente amei, um contexto q nunca havia presenciado antes - pessoas médias e farsantes - , além do romance exibido.
    #Vitória

    ResponderExcluir

Nós da equipe do Viaje na Leitura, agradecemos seu comentário. Sua opinião é de extrema importância para nós. Volte Sempre!

Em breve retribuiremos sua visita!