Resenha: "A Lista de Brett" - Lori Nelson Spielman - Viaje na Leitura

12/08/2014

Resenha: "A Lista de Brett" - Lori Nelson Spielman




Sinopse - "Brett Bohlinger parece ter tudo na vida — um ótimo emprego como executiva de publicidade, um namorado lindo e um loft moderno e espaçoso. Até que sua adorada mãe morre e deixa no testamento uma ordem: para receber sua parte na gorda herança, Brett precisa completar a lista de sonhos que escreveu quando era uma ingênua adolescente. Deprimida e de luto, Brett não consegue entender a decisão de sua mãe — seus desejos adolescentes não têm nada a ver com suas ambições de agora, aos trinta e quatro anos. Alguns itens da lista exigiriam que ela reinventasse sua vida inteira. Outros parecem mesmo impossíveis. Com relutância, Brett embarca numa jornada emocionante em busca de seus sonhos de adolescência. E vai descobrir que, às vezes, os melhores presentes da vida se encontram nos lugares mais inesperados".


Minha opinião - Como começar a falar de um livro que desde a primeira página foi capaz de despertar tantas emoções?

"A Lista de Brett" começa com a protagonista sofrendo a ausência da mãe recém-falecida. Elizabeth Bohlinger era uma mãe excepcional e ter perdido a batalha contra o câncer de ovário deixou sua filha de 34 anos, Brett, devastada. Brett foi o porto seguro de sua mãe. Acompanhou todo o tratamento, esteve presente em toda a etapa.

É nesse instante, logo no início do livro, que observamos o quanto a relação das duas é especial.

Elizabeth era uma mulher divorciada, profissionalmente bem sucedida (era presidente da Cosméticos Bohlinger, uma empresa milionária). Então, era de se esperar que durante a abertura do testamento, os bens fossem divididos igualmente entre os três irmãos (Brett; seu irmão Jay, 36 anos, casado com Shelly e pai de Trevor de 3 anos e Emma de 3 meses e seu outro irmão Joad arquiteto e casado com Catherine). E como nenhum dos dois irmãos nunca apresentaram interesse na empresa, a presidência seria de Brett, certo? Não.... Errado.

Brett fica sem herança! Isso mesmo!

Através do advogado, o Dr. Brad Midar, ela descobre que sua mãe tem outros planos para ela. Quando ela tinha 14 anos, Brett escreveu uma "Lista de Sonhos" e depois de um tempo acabou jogando fora. Sua mãe encontrou a lista e com o passar dos anos, foi riscando os itens realizados, mas percebeu que 10 itens, itens realmente importantes, nunca foram concluídos. E é essa a missão de Brett: ela tem 12 meses para realizar os 10 itens e receber a sua herança. O que começa como uma obrigação, acaba se tornando a experiência mais gratificante de toda a sua vida.

Alguns detalhes valem muito a pena serem mencionados: o primeiro de todos, são as cartinhas que ela recebe da mãe a cada tarefa concluída. São tão pessoais e tão certeiras que o leitor tem a impressão de que Elizabeth está na sala, conversando com a filha diretamente.

"- Não quero essas metas, mãe; eu mudei.
O sr. Midar lê
É claro que você mudou.
Arranco a carta da mão dele.
- Ela disse isso mesmo?
Ele aponta para a linha no papel.
- Bem aqui.
Sinto um arrepio nos braços.
- Que estranho. Continue". (p. 33)


Em seguida, o que falar dos personagens que vão surgindo na vida de Brett, a começar pelo próprio Brad? Foram tantos personagens carismáticos, fortes e determinados, cada um trazendo uma lição própria e adicionando tanto ao crescimento pessoal da protagonista. Como não entregar o coração para a jovem Sanquita Bell. Que história triste essa jovem de 18 anos possui.


"Que outras torturas essa garota terá que suportar? E onde está a mãe dela, droga?! Ela já sentiu alguma vez na vida o abraço afetuoso da mãe? Eu não quero nada além de pegá-la em meus braços para fazer com que ela se sinta aquecida, segura e amada. Então eu faço isso". (p. 294)


São tantas lições de vida que o livro apresenta ao leitor que não é possível analisá-las individualmente em uma resenha.

"A Lista de Brett" se tornou uma das minhas leituras favoritas do ano de 2014, pois contêm tudo que uma obra extraordinária necessita: uma história bem desenvolvida, personagens carismáticos e humanos (todos nós cometemos erros!), lições e é claro, coração. Um livro que fala sobre não nos conformarmos, não apenas na área profissional, mas também na pessoal. Ame muito e viva intensamente! Não deixe que ninguém te desvalorize e sempre pratique o bem.

A escrita da autora salta das folhas e vai parar direto no coração dos leitores.

20 comentários

  1. Oi Carol!
    Todo mundo que leu esse livro amou né! Ele já começa ótimo por essa capa lindaaaaa! To louca pra ler também! : )
    Bjos!
    Karen
    http://www.bookadvisor.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karen, tudo bem?
      A capa realmente é linda e a história é fantástica. Acho que todos os leitores fazem uma pequena reflexão sobre a própria vida quando leem esse livro. Todos sonham com diversas coisas e acabam tendo a realidade bem diferente graças ao cotidiano. Mas, às vezes, alguns desses sonhos são possíveis de se realizar se apenas nos arriscarmos. E acho que é isso que Brett representa ;)
      Bjkas

      Excluir
  2. Que história linda!
    Não conhecia o livro e estou bem impressionada com toda a carga emocional que a trama nos apresenta. Mas isso tudo parece ter sido de forma bem positiva e sensível, nos brindando com lições de vida e reflexões preciosas.
    Agora posso dizer que não vejo a hora de ler o livro!! Espero que seja em breve.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana Paula!
      A história é linda mesmo! Espero que venha nos contar o que achou ok?
      Bjkas

      Excluir
  3. Parece ser mesmo um livro muito bom! Amei a trama, Brett ter que cumprir esses 10 itens pra receber sua herança. Deve ser emocionante também.
    Amei a resenha! Bjs <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dilza.
      É emocionante sim. É alegre, triste, frustrante e recompensador. A cada página lida ficamos com um sentimento diferente rs
      Bjkas

      Excluir
  4. Karina Bianchi Lopes13 de agosto de 2014 15:09

    Sua resenha me lembrou um pouco o PS Eu te amo!!! Vou colocá-lo na minha lista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karina, tudo bem?
      De certa forma, tem aspectos semelhantes ao PS, mas também é completamente diferente rs.
      Bjas

      Excluir
  5. Desde o lançamento, esse livro vem me chamando a atenção, e saber que ele é tão bom e tão tocante me deixou ainda mais curiosa. Ele parece ter bastante lições mesmo, e acho que vou gostar disso :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafaela, tudo bem?
      Espero que goste do livro e venha nos contar o que achou da leitura.
      Bjkas

      Excluir
  6. Esse livro parece ao mesmo tempo triste, por ela ter perdido a mãe, engraçado e fofo, por ela ter que cumprir coisas que ela planejou com apenas 14 anos .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéssica.
      Sim, é triste pois a relação dela com a mãe era incrível. Mas, em alguns momentos, precisamos sofrer antes de perceber o que estava faltando em nossa vida. E Elizabeth, uma mulher extremamente sábia, utilizou isso para auxiliar a filha.
      Bjkas

      Excluir
  7. Estou vendo bastante gente falar desse livro e estou com bastante vontade de ler ele. Estou curiosa pra saber quais são esses 10 itens que ela não fez ainda e pra saber como vai acabar. Com certeza vou gostar desse livro.
    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pamela....
      Não quis falar quais são os itens pra não estragar a surpresa rs. Mas espero que você goste do livro e venha dividir sua opinião com a gente.
      Bjas

      Excluir
  8. Oieee
    Uau,que história maravilhosa.A hora que tu mencionou que Brett ficaria sem herança minha boca se abriu em um grande "0" mas ao continuar lendo sua resenha fiquei mais calma haha.Elizabeth devia ser uma excelente mãe e sabia muito bem o que era melhor pra filha por isso teve essa grande ideia.Gostei tanto do enredo do livro que até já fui ver o preço,preciso comprar logo.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Letícia.
      Pois é, Brett precisava de um baque pra completar a lista. Se ela tivesse a herança, não acho que iria se preocupar em cumprir esse último "capricho" da mãe rs.
      Bjkas

      Excluir
  9. Esse livro já começa sendo lindo somente pela capa e depois vem com uma história ótima, que emociona, intercalada com pitadas de humor. As vezes é preciso isto, para ou não voluntariamente, e prestar atenção ao seu redor pra saber que nem sempre é necessário grandes coisas pra ser feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jois, tudo bem?
      Exatamente. Imagina que a lista de desejos é de uma garota de 14 anos, alegre, apaixonada pela vida e inocente. Seus desejos são puros, vem do coração. Quando crescemos, deixamos de lado esse nosso lado, mas Elizabeth não quer que isso aconteça com a filha. Então temos uma grande lição em forma de livro.
      Bjkas

      Excluir
  10. Oque falar da sua resenha ? Amei ! nao conhecia o livro e vs me despertou bastante interesse logo na primeira resenha , esse livro realmente parece ser mt bom ,pois a mae dela se foi mais deixou uma missao mt importante pra ela fazer , e deve ser otimo voltar naquele tempo em que tudo era tao inocente e que as coisas daquela lista fossem tao especiais pra ela na adolescencia , esse livro parece ser otimo e pretendo dar uma chance ao livro !

    ResponderExcluir
  11. Mais um caso de querer ler o livro e depois de ler a sua resenha, ficar desesperada pra ler logo o livro!
    *-*
    Está super na lista de desejados!

    ResponderExcluir

Nós da equipe do Viaje na Leitura, agradecemos seu comentário. Sua opinião é de extrema importância para nós. Volte Sempre!

Em breve retribuiremos sua visita!